terça-feira, agosto 9

Aluna denuncia possível assédio sexual por professor durante

Pinterest LinkedIn Tumblr +

Uma aluna de 17 anos da Escola Estadual Deputado Ilacir Pereira Lima, no bairro Cachoeirinha, região Nordeste de Belo Horizonte, denunciou um caso de assédio sexual enquanto fazia uma prova. O suspeito é o professor de Física, disciplina que a turma da adolescente realizava o exame.

Segundo o boletim de ocorrência, em determinado momento a aluna pediu para que o professor lhe ajudasse a tirar uma dúvida da prova, mas ele teria sussurrado “eu te ajudo é a fazer sexo”. A adolescente relatou que outros colegas também ouviram o que o professor falou. Quando foram ouvidas pela polícia, pelo menos outros dois alunos confirmaram o fato. O caso foi durante a noite de terça-feira, 2 de agosto de 2022.

Já o professor disse que a adolescente e os outros colegas não compreenderam bem o que ele teria dito. Na versão do docente, ele disse que não poderia ajudar a aluna com a dúvida e que ele teria dito que “ela que poderia o ajudar fazendo silêncio” e que por estar de máscara, pode ter tido um mal entendido.

Aluna e professor foram encaminhados à delegacia para serem ouvidos. A menor estava acompanhada da mãe. O professor não ficou preso. Na noite dessa quarta-feira (03/08), alunos realizaram um protesto na porta da escola contra a atitude do professor.

Procurada, a Secretaria de Estado de Educação disse que a equipe de inspeção escolar da Superintendência Regional de Ensino (SRE) Metropolitana apura os fatos. “Considerando os princípios da ampla defesa e do contraditório, o servidor continua em regular exercício das suas funções até a conclusão do processo, para a avaliação de eventuais medidas administrativas a serem tomadas. Ressaltamos também que o caso está sob apuração dos órgãos de segurança competentes”, diz a nota.

Fonte: O Tempo

Share.

Comments are closed.