domingo, outubro 17

Polícia Civil alerta para cuidados com as crianças no trânsito

Atitudes seguras dos pais e/ou responsáveis são exemplos para os pequenos no dia a dia

A fragilidade do corpo infantil, em relação ao do adulto, torna as crianças mais vulneráveis nos casos de acidentes. Um levantamento realizado pelo Ministério da Saúde, em 2018, aponta que, no Brasil, os acidentes de trânsito são a principal causa de morte de crianças e adolescentes de 5 a 14 anos. A mesma base de dados indica que, naquele ano, mais de 11 mil crianças foram internadas em decorrência dos sinistros de trânsito. É por isso que eles devem ser protegidos e que aprendam, desde cedo, a adotar medidas para evitar mais mortes e lesões nas vias do país.

O diretor do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), delegado Eurico da Cunha Neto, destaca que os adultos são os principais exemplos para as crianças.

“As escolas desempenham um papel importante na educação de trânsito e, por isso, o Detran-MG desenvolve diversas ações voltadas para os estudantes. Mas é preciso lembrar que é observando, no dia a dia, as atitudes dos responsáveis, que eles assimilam as regras que aprendem na escola e que, assim, passam a adotar atitudes seguras nas vias”, afirma.


Dicas de segurança

 A seguir, a PCMG lista algumas dicas para prevenir acidentes com crianças:

Educação de trânsito nas escolas

A Coordenação de Educação de Trânsito do Detran-MG desenvolve ações para estudantes, do ensino infantil ao fundamental. O tema trânsito é abordado de forma lúdica e didática. Um teatro de fantoches, vídeos e jogos de tabuleiro são utilizados para transmitir as regras, em uma linguagem que os pequenos conseguem assimilar.

As instituições de ensino, públicas e particulares, podem participar das ações promovidas, gratuitamente, pelo Detran-MG. Para informações sobre as atividades do programa de Educação de Trânsito, as escolas interessadas podem enviar e-mail para cet.detran.pcmg@gmail.com.

Comentários desativados