terça-feira, setembro 28

Homem é indiciado por mensagem racista publicada em rede social

Algumas pessoas acham que ‘rede social é terra de ninguém’, e acabam publicando ofensas e denegrindo as pessoas achando assim que ficaram impunes quando à isso, pelo contrário várias pessoas estão respondendo por isso, veja o caso abaixo.

A Polícia Civil de Minas Gerais indiciou um homem, de 43 anos, pelo “crime de racismo”, após publicação feita por ele em rede social, na última quarta-feira (08/09). Na ocasião, o indivíduo teria postado a seguinte mensagem: “Preto e gente so quando tá dentru do banheiro voçe bate na porta Elis dis tem gente”.

O homem, residente em Ubaporanga, região do Rio Doce, já havia sido preso em flagrante no dia 18 de março deste ano, pelo crime de injúria racial, ao publicar também em rede social ofensas a um policial militar, chamando-o de “macacão”.

Dessa vez, a PCMG entendeu que o investigado cometeu o crime de racismo porque a ofensa, em razão da raça e cor, foi contra uma coletividade, enquanto no caso anterior, o insulto foi direcionado a uma pessoa específica.

O inquérito foi concluído e encaminhado ao Poder Judiciário. O suspeito não foi preso, visto que não havia requisitos para a prisão dele em flagrante.

Comentários desativados