segunda-feira 30 de novembro de 2020

Desvia R$700 mil da Câmara e vai preso em Monlevade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), prendeu por volta das 17h da última terça-feira (10/11), um homem de 47 anos, que era procurado no Espírito Santo, onde é suspeito de desviar um valor que pode ultrapassar a R$ 700 mil da Câmara de Vereadores da cidade de Itarana/ES.

Segundo a PRF durante abordagem ao veículo Nissan/Sentra emplacado no Espírito Santo, e em conversa com o condutor e devida fiscalização do carro, foi localizado mais de R$ 27 mil em notas de R$100,00 e de R$ 50,00 em seu interior. O condutor, segundo os policiais, não soube explicar com clareza a origem e a destinação do dinheiro.

Em consulta aos registros do condutor, foi identificado que o mesmo estava sendo procurado pela Polícia Civil do Espírito Santo.

O suspeito atuava como Contador e Tesoureiro da Câmara desde 2005, porém foi exonerado na semana passada.

Diante das informações obtidas foi constatada, a princípio, ocorrência de cumprimento de Mandado de Prisão Preventiva pelo crime de Peculato, ou seja, crime que consiste na subtração ou desvio, por abuso de confiança, de dinheiro público ou de coisa móvel apreciável, para proveito próprio ou alheio, por funcionário público que os administra ou guarda; abuso de confiança pública.

Ele recebeu voz de prisão e foi conduzido até a Delegacia da Polícia Civil de João Monlevade, para as medidas cabíveis.

Fonte: Bell Silva/O Popular

Comentários desativados