quarta-feira 30 de setembro de 2020

Após mais de quatro meses, aulas retornam, em regime remoto, na UFMG e do Cefet

As aulas para cerca de 32 mil alunos de graduação retornaram, em regime remoto, nesta segunda-feira às aulas na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Segundo a instituição, o fim do primeiro período letivo está previsto para o dia 7 de novembro. Os estudos no Cefet também retornaram a distância.

O ano letivo na UFMG começou em março deste ano, mas as aulas foram interrompidas dias depois por causa do avanço da pandemia de covid-19.

Pelo novo calendário, haverá um recesso de três semanas antes do início do segundo período letivo, no dia 30 de novembro com término em 31 de março de 2021. Já o recesso de Natal e Ano Novo deve ocorrer entre 20 de dezembro e 3 de janeiro.

De acordo com a reitora Sandra Regina Goulart Almeida, o novo calendário escolar foi elaborado com base em reflexões das câmaras de Graduação, Pós-graduação, Pesquisa e Extensão. “Trata-se de mais uma etapa do processo de retomada gradual de nossas atividades. Tudo está sendo feito com planejamento e responsabilidade, diálogo com as unidades e a comunidade, respeitando as necessidades e contingências dos cursos e de seus professores e estudantes”, afirma a reitora.

De acordo com ela, não existe nenhuma previsão para retorno das aulas presenciais. “O que estamos fazendo é criar protocolos para quando esse retorno presencial for autorizado, nós possamos fazer com toda segurança necessária. Sabemos que ele terá que ser feito de forma escalonada, aos poucos, com muito planejamento, cuidado, seguindo todos os protocolos”, diz.

Comentários desativados