segunda-feira 25 de Maio de 2020

Polícia Civil indicia Fernando Pimentel e ex-secretário de Fazenda por peculato

A Polícia Civil de Minas Gerais indiciou o ex-governador Fernando Pimentel (PT) e o ex-secretário estadual de Fazenda, José Afonso Bicalho, por peculato, ou seja, uso indevido do dinheiro público. As informações foram repassadas pela própria instituição na noite desta quinta-feira (21/05).

Outros detalhes sobre o indiciamento serão trazidos pelos delegados Agnelo de Abreu Baeta, Domiciano de Castro Neto e Gabriel Ciriaco Fonseca em uma entrevista coletiva às 10h desta sexta-feira (22).

Em novembro do ano passado, Fernando Pimentel foi condenado a 10 anos e seis meses de prisão em regime fechado por tráfico de influência e lavagem de dinheiro.

O tráfico de influência se refere ao período em que Pimentel foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, entre 2011 e 2014, no primeiro mandato da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Por ocupar tal cargo, o ex-governador de Minas, segundo a condenação, obteve vantagem para ocultar natureza, origem e movimentação de valores que teriam sido desviados para a campanha eleitoral dele ao governo estadual em 2014.

Comentários desativados