segunda-feira 25 de Maio de 2020

Com recorde de 1.188 mortes, Brasil chega a 20 mil óbitos e passa de 300 mil infectados

Em novo recorde, o Brasil atingiu a marca de mais de 20 mil mortes segundo dados divulgados nesta quinta-feira (21/05). Desde a última atualização o Ministério da Saúde contabilizou 1.188 novas mortes decorrentes da doença, o que elevou o total de óbitos para 20.047. O país passou da casa dos 300 mil casos confirmados do novo coronavírus, foram 18.508 novos casos nas últimas 24 horas, elevando o total para 310.087.

Do total de casos confirmados, 164.080 (53%) estão em acompanhamento e 125.960 (40,6%) foram recuperados. Há ainda 3.534 óbitos em investigação.

Nas duas últimas semanas, em números absolutos, o Brasil saltou da sétima para a terceira posição entre as nações com mais casos de covid-19. Com isso, se mantém como um dos países em situação mais crítica do mundo em número de infecções, atrás de Rússia, que contabiliza 317 mil casos, e Estados Unidos, com mais de 1,5 milhão.

Na lista de países com mais mortes acumuladas, o Brasil ocupa a 6ª posição. Só fica atrás de Estados Unidos (93.863), Reino Unido (36.124), Itália (32.486), França (28.218) e Espanha (27.940).

Evolução de casos e óbitos do novo coronavírus

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (5.558). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (3.412), Ceará (2.161), Pernambuco (1.925), Pará (1.852) e Amazonas (1.620).

Além disso, foram registradas mortes no Maranhão (663), Bahia (376), Espírito Santo (363), Alagoas (262), Paraíba (245), Minas Gerais (191), Rio Grande do Norte (178), Rio Grande do Sul (166), Amapá (151), Paraná (141), Rondônia (101), Santa Catarina (98), Piauí (91), Goiás (85), Distrito Federal (84), Acre (78), Sergipe (76), Roraima (72), Tocantins (47), Mato Grosso (34), e Mato Grosso do Sul (17).

O Brasil tornou-se nos últimos dias o país com maior crescimento de casos de covid-19 por milhão de habitantes (pmh). De acordo com o cruzamento de dados da plataforma Our World in Data, ligada à Universidade de Oxford, desde quarta-feira, 20, o país passou a liderar o ranking que considera a confirmação de casos em um período de 24 horas e os dilui por milhão de habitantes, o que permite uma comparação de como a covid-19 está afetando países de populações distintas.

Comentários desativados