sexta-feira 28 de fevereiro de 2020

Polícia Civil emite NOTA sobre o caso de agressão em Itabira

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), através do Delegado Regional Helton Cota Lopes, encaminhou para nossa redação uma Nota confirmando o depoimento do agressor. 

O suspeito de agredir a ex-companheira, em Itabira, apresentou-se hoje (11/02), espontaneamente, para ser ouvido no Inquérito Policial que apura as lesões corporais sofridas pela vítima.

As agressões aconteceram por volta das 12h41min da última quinta-feira (06/02), dentro de um edifício comercial no Centro de Itabira, onde populares ligaram para o SAMU e policia militar via 190 fazendo a denuncia. O local era um estúdio de beleza do qual a vítima era a proprietária.

Veja a Nota:

“A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que o homem, de 39 anos, suspeito de agredir a ex-companheira, em Itabira, apresentou-se hoje (11/2), espontaneamente, para ser ouvido no Inquérito Policial que apura as lesões corporais sofridas pela vítima. Para a Polícia Civil, ele confirmou a agressão durante uma discussão ocorrida entre o casal na última quinta-feira (6/2), desferindo empurrões e socos na ex companheira.”

“Na ocasião, o suspeito foi cientificado da medida protetiva expedida judicialmente, determinando que mantenha distância de 100 metros dela, além de proibir qualquer tipo de contato, sob pena de prisão.”

“A PCMG informa que vítima já foi ouvida no procedimento, restando as oitivas de testemunhas e conclusão do exame de corpo de delito.”

+Empresária é espancada pelo ex em Itabira e denuncia na internet

Comentários desativados