terça-feira 11 de agosto de 2020

Polícia investiga terceira morte suspeita de intoxicação por cerveja

Um homem de 89 anos morreu durante a madrugada desta quinta-feira (16/01), em Belo Horizonte, com suspeita de intoxicação pela cerveja Belorizontina, da marca Backer.

De acordo com a Polícia Civil, este é o terceiro óbito oficialmente investigado pela corporação em relação à síndrome nefroneural, nome que está sendo dado à doença possivelmente provocada por intoxicação pela bebida que estava contaminada com dois anticongelantes chamados de monoetilenoglicol e dietilenoglicol.

O corpo do idoso chegou às 5h25 no IML (Instituto Médico Legal), onde passa por exame de necropsia que vai apontar a presença dos produtos químicos em seu organismo.

O homem, que não teve a identidade divulgada, morreu em um hospital particular da capital mineira, onde estava internado. Segundo a Polícia Civil, a vítima já estava na lista de pacientes com quadro suspeito, que atualmente tem 18 nomes.

Comentários desativados