domingo 15 de dezembro de 2019

Com ambiente difícil em Belo Horizonte, Thiago Neves pode fazer acordo para sair do Cruzeiro

O ambiente difícil para o meia Thiago Neves em Belo Horizonte, com a pressão da torcida pelo desempenho ruim e as declarações polêmicas, faz o jogador pensar em um acerto para deixar o Cruzeiro, com o qual tem contrato até o fim do ano que vem. A informação foi dada neste sábado pelo apresentador do programa Bastidores, da Itatiaia, João Vítor Xavier.

O atleta teria se assustado com a repercussão do áudio que vazou nessa quinta-feira (28/11), em que ele pergunta ao gestor de futebol e presidente do Conselho Deliberativo do clube, Zezé Perrella, se seria possível o pagamento de parte dos salários que estão atrasados. O clube deve aos atletas dois meses e meio.

Empresários do jogador já estariam conversando com a diretoria celeste para uma saída do meia, independente se o clube ficar ou não na Série A.

A relação do jogador com a torcida tem se desgastado cada vez mais. O armador tem polêmicas recentes, por reclamar da escalação do time pelo ex-técnico celeste Rogério Ceni, por cobrar responsabilidade de jogadores recém-contratados no meio da temporada e por afirmar que estava jogando com dores e a informação surpreender o também ex-comandante Abel Braga. A imagem do jogador está associada à demissão de Rogério.

Além disso, há alguns meses o jogador, que pelo clube foi bicampeão da Copa do Brasil em 2017 e 2018 e bicampeão mineiro em 2018 e 2019, tem sido criticado pelas atuações. Na derrota por 1 a 0 para o CSA nessa quinta, no Mineirão, o meia perdeu um pênalti.

Fora contra Vasco

Na noite deste sábado, a assessoria de imprensa do Cruzeiro informou que exames apontaram um edema na coxa esquerda de Thiago, que não viajou para o Rio de Janeiro para o jogo contra o Vasco, nesta segunda-feira (2), às 20h, no estádio São Januário. O jogador fez atividades internas no treino pela manhã, na Toca da Raposa II.

Comentários desativados