quarta-feira 20 de novembro de 2019

Atlético vence o Santos no Independência e respira aliviado no Brasileirão

Alívio no Atlético. Eficiente e com dois gols marcados no primeiro tempo, o Galo encerrou um jejum de cinco jogos sem vitórias no Campeonato Brasileiro e conquistou o seu primeiro triunfo sob o comando de Vagner Mancini ao superar o Santos por 2 a 0, neste domingo (20/10), no Estádio Independência, pela 27ª rodada. O Atlético entrou em campo pressionado, já que vinha de três derrotas e dois empates nos últimos cinco jogos.

O resultado dá um pouco de tranquilidade ao time, que vinha em queda livre e já começava a se assustar com o risco de rebaixamento. E agora o Atlético chegou aos 35 pontos, em 12º lugar, com vantagem de nove para a degola e a sete da zona de classificação à Copa Libertadores.

O jogo, inclusive, acabou sendo decidido por jogadores remanescentes da conquista do torneio continental pelo clube em 2013, com os gols sendo marcados por Luan e Leonardo Silva, sendo o primeiro após lindo lançamento de Réver, que atuou novamente fora de sua posição e se lesionou durante o primeiro tempo, ainda que só tenha sido substituído no intervalo.

Derrotado em tarde de atuação ruim e sem qualquer criatividade de meio-campistas como Carlos Sánchez e Jean Mota, o Santos vai se distanciando da possibilidade de brigar pelo título nacional, tendo parado nos 51 pontos, em terceiro lugar, sendo que o revés encerrou uma série invicta de seis jogos da equipe.

O Atlético voltará a jogar pelo Brasileirão no próximo domingo, quando vai visitar o São Paulo, no Morumbi. Um dia antes, o Santos tentará se reabilitar em clássico contra o Corinthians, em Itaquera.

FICHA TÉCNICA:

  • ATLÉTICO – Cleiton; Guga, Leonardo Silva, Igor Rabello e Fábio Santos; Rever (José Welison), Nathan, Elias, Luan (Maicon Bolt) e Otero; Di Santo. Técnico: Vagner Mancini.
  • SANTOS – Everson; Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique, Luan Peres e Jorge; Diego Pituca, Carlos Sánchez (Evandro) e Jean Mota; Soteldo (Tailson), Derlis González e Marinho (Eduardo Sasha). Técnico: Jorge Sampaoli.
  • GOLS – Luan, a 1, e Leonardo Silva, aos 22 minutos do primeiro tempo.
  • ÁRBITRO – Caio Max Augusto Vieira (RN).
  • CARTÕES AMARELOS – Elias e Luan (Atlético); Lucas Veríssimo, Soteldo, Derlis González Luan Peres e Jorge Sampaoli (Santos).
  • RENDA – R$ 104.562,00
  • PÚBLICO – 21.771 torcedores.

Comentários desativados